Criciúma - Santa Catarina|sexta-feira, maio 20, 2022
Você está em: Home » Famílias » Benincá » João Benincá e Helena Savi
  • Siga-nos

João Benincá e Helena Savi 

João Benincá era filho de Matheus Benincá e de Ana Girardi Benincá, nascidos na Itália. João nasceu,em  em Criciúma, no Pinheirinho, onde seu pai tinha uma serraria. Trabalhou na serraria do pai, na agricultura e na construção da estrada de ferro, no trecho Criciúma-Araranguá.

João casou-se com Helena Savi, em Criciúma, na Igreja de São José, atual Catedral Diocesana, em……..

Com o falecimento do pai, os irmãos espalharam-se em diversas localidades. Elias foi para o Maracajá, Antônio foi para a Primeira Linha e João foi para o município de Lauro Muller, na localidade de Rio Amaral, onde tinha adquirido as terras para a sua família. Ali residiu por 21 anos, trabalhando na agricultura e em um engenho de farinha construído por ele pelos filhos.

Em Rio Amaral, incentivado por Rosalino Costa, João concordou em construir uma gruta no seu terreno, para as pessoas do local poderem fazer as suas orações dominicais. Com a falta de uma capela na localidade, os moradores, para cumprir com suas obrigações religiosas, tinham que se deslocar para a matriz, em Lauro Muller ou ir na capela de Capivara Baixa, ambas distantes 4 km do Rio Amaral.

A gruta dedicada a Nossa Senhora de Lourdes, foi construída com o apoio e colaboração da comunidade, tornando-se um ponto turístico de Lauro Muller. Em 2010, a gruta completou 60 anos de existência e hoje ainda recebe muitos visitantes.

IMG_0252

Depois de residir em Rio Amaral, João vendeu suas terras nesta localidade e comprou terra em Jacinto Machado, no Morro da Gávea, onde foi residir com a família. Em Jacinto Machado, já morava a sua irmã, Anastácia, casada com José Justi. Nesta propriedade, além de um pasto para o gado, plantava, principalmente, arroz. Morou três anos em Jacinto Machado, entre 1952 e 1955.

De 1956 a 1959, João, com sua família, veio morar em São Simão, numa propriedade onde hoje funciona o Bar do Surdo.  Nesta propriedade João dedicou-se as vacas de leite, que era vendido para os moradores do local. Além do leite, produzia e frutas e verduras. Nestes três anos de São Simão, três de seus filhos casaram: Gildo, Zeferino e o Pedro.

João, vendo a necessidade de uma área de terra maior para poder produzir, vendeu a propriedade de São Simão para o seu sobrinho Otávio Fontana e com o restante do valor da venda da propriedade em Jacinto Machado, em 1960, adquiriu uma propriedade em Vargem Grande, em Lauro Muller, onde foi morar com a família.

Em 1968, João foi a São Lourenço do Oeste, visitar o seu filho mais velho, Angelino, achou aquelas terras vermelhas diferentes e acabou transferindo-se para lá, onde ficou até 1972.

Em 1972, retornou para Criciúma, indo morar na propriedade de Otávio Fontana. Ali permaneceu até 1983.

De 1984 até 1988, morou em Guatá, Lauro Muller. Nesta localidade veio a falecer, em 15 de outubro de 1988, com 89 anos, mas foi sepultado no cemitério de São Simão.

Sua esposa, Helena Savi, nasceu no dia ………., filha de Eugenio Savi e de Jacomina Bez Batit, nascidos na Itália. Helena nasceu em Urussanga. Faleceu em 03 de fevereiro de 1997, com 89 anos e também está sepultada no Cemitério de São Simão.

 

DESCENDÊNCIA DE JOÃO BENINCÁ E HELENA SAVI 

(clique em cima do nome do filho para ver a árvore genealógica completa)

  1. Angelino, casado com Maria Mendes. Filhos: 14 filhos.
  2. Cecília, casada com Ângelo Beltrame. Filho: 13 filhos.
  3. Zeferino, casado com Dorly Campos. Filhos: Aleir, Andréia, Agnaldo……..,
  4. Pedro, casado com Nair Saturno. Filhos: Maria Helena, Vilmar, Valmocir, Venoir, Venir.
  5. Gildo, casado com Pedra Saturno. Filhos: Luiz Carlos, ………
  6. Vitório, casado com Leduina Candinho. Filhos: Clésio, Edson, Elói, Cleusa e Cristiano
  7. Maria, falecida pequena.
  8. Manoel, falecido pequeno.
  9. Luiz, casado com Marta Lima. Filha: Helen
  10. José (adotivo), casado com …………… Filhos:

18 Respostas para João Benincá e Helena Savi

Adicione um comentário