Criciúma - Santa Catarina|sábado, julho 11, 2020
Você está em: Home » O Bairro » História » Origem do nome do bairro
  • Siga-nos

Origem do nome do bairro 

PRIMEIRA VERSÃO

Uma das possibilidades da origem da denominação do bairro de SÃO SIMÃO, pode ser por causa da devoção a São Simão, ainda na Itália, pelos descendentes que vieram do Velho Continente.

As famílias Fontana e Zilli, que se estabeleceram em São Simão, em 1886/1887, em terras que na época faziam parte da Colônia Colonizadora Azambuja, vieram da localidade de TISOI, bairro (lá se chama de frazzione) da região rural da cidade de Belluno, da província de Belluno, da região do Veneto (norte da Itália).

Nesta região tem uma capela, construída em 1300, em homenagem a São Simão. Durante este tempo, a capela de São Simão passou por diversas restaurações, inclusive, por causa de terremotos ocorridos na região, um em 1873 e outro em 1936. A última restauração foi no ano de 1986.

Igreja de San Simon em Tisoi, Itália. Foto Marco Dal Pont.

Igreja de San Simon em Tisoi, Itália.  Interior Igreja San Simon. Foto Marco Dal Pont. Interior Igreja San Simon. Fotos Marco Dal Pont.

Segundo Marco Dal Pont, atual morador de Belluno, que enviou as fotos abaixo, escreveu que São Simão ou San Simon in dialeto veneto ou San Simone no italiano gramatical de Dante Alleghieri com certeza é o mesmo Santo.  San Simon, segundo ainda Marco Dal Pont, além de ser o protetor dos pescadores, também é o protetor dos “boscaioli” ou seja daqueles que retiravam madeira dos bosques, que era uma atividade muito comum em Tisoi antigamente. Quando os nossos antepassados belluneses iam trabalhar dentro dos bosques (florestas) pediam proteção de San Simon.

Além da capela e, talvez, por causa dela, em Tisoi, a estrada que vai em direção à capela, chama-se VIA SAN SIMON.

Vale lembrar que a biografia de São Simão é muito imprecisa, originando algumas versões. Algumas afirmam que São Simão viveu mais de 100 anos. Por isso, que em Tisoi, São Simão é representado de maneira diferente daquela que é representado aqui em São Simão, em Criciúma.

Entretanto, lá como aqui, ele é reconhecido como um dos apóstolos que conviveram com Jesus.

Foto Marco Dal Pont. Capitel nome San Simon - Cópia

Imagem de San Simon, no Capitel em Tisoi, Itália.
Foto Marco Dal Pont

Imagem de São Simão na capela do Bairro São Simão, em Criciúma, SC.

Imagem de São Simão na capela do Bairro São Simão, em Criciúma, SC.

Capitel com a imagem de San Simon, em Tisoi, Itália. Foto Marco Dal Pont.

Capitel com a imagem de San Simon, em Tisoi, Itália. Foto Marco Dal Pont.

 

Vista do monumento, em Tisoi (Belluno, Itália)

Vista do monumento, em Tisoi (Belluno, Itália)
Placa indicando a Via San Simon, em Tisoi (Belluno, Itália)

Placa indicando a Via San Simon, em Tisoi (Belluno, Itália)

SEGUNDA VERSÃO (versão apresentada pelo seu Jovenil Zilli, hoje com 82 anos.)

Conta Jovenil que, por volta na década de 1940, existiam algumas minas ao redor do Morro Cechinel e dentro do Loteamento Monte Verde, atrás do Bar do Geraldo Martinello. Uma destas minas era de propriedade de três sócios: José (Bepe) Casagrande, Santo Vidoto e Antônio Denoni. Esta mina ficava nos fundos do terreno do Casagrande. Os outros sócios eram seus vizinhos. Certo dia, convidaram um dos filhos de Ferdinando Búrigo, de Cocal do Sul para fazer parte da sociedade. Quando o sócio veio visitar o local e conhecer a mina, perguntou para os três moradores do local, como era o nome da localidade. Todos ficaram se saber o que dizer, porque até aquele momento, não tinham definido um nome. Prontamente, o novo sócio disse: “Então este local vai chamar-se São Simão”. E, daquela data em diante, assim passou a ser conhecido o Bairro: São Simão.

TERCEIRA VERSÃO

Outra versão para a origem do nome do Bairro de São Simão, deve-se a existência de uma espécie de cipó, conhecido pelo nome de Cipó São Simão.
< Cipó São Simão[/caption]strong>

 

Adicione um comentário